Seja bem vindo
Cascavel,23/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Mais de 50 famílias são atendidas gratuitamente com Vida Autista

Durante o trabalho de seis meses em parceria com a Itaipu Binacional, as famílias puderam acessar atendimento especializado e gratuito


Mais de 50 famílias são atendidas gratuitamente com Vida Autista Fotos: Franciele Mezzon Maziero

No município de Toledo, a Associação dos Familiares e Amigos dos Autistas realizou um projeto com auxílio financeiro para atendimento multi áreas de forma gratuita, com objetivo principal de mapear, cadastrar e atender as famílias e crianças com TEA desassistidas pela rede pública, privada, ou ainda numa situação de maior de vulnerabilidade social. No processo de busca ativa, ao todo, foram identificadas 95 família interessadas no projeto, totalizando 315 cadastros ativos na Associação atualmente. Pelo projeto, foram atendidas mais de 65 famílias, além de 52 crianças atendidas de forma direta, com sete oficinas socioeducativas, culturais e terapêuticas multidisciplinares.

Foram exploradas ao todo, sete áreas importantes no acompanhamento e desenvolvimentos de crianças com TEA e seus familiares: Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Psicologia, Educação Física, Musicalização ou Musica Terapia, Psicopedagogia e Assistência Social. As famílias puderam ter atendimento direcionado e orientado, e as crianças puderam interagir com as especialidades contribuindo com o desenvolvimento das habilidades comunicativas, cognitivas e funcionais, além do fortalecimento das diferentes potencialidades de cada sujeito atendido. 


Vida Autista se encerrou na segunda quinzena de maio e foi realizado através do acesso da instituição ao programa de Auxílio Eventual 2023 do setor de responsabilidade social da Itaipu Binacional, possibilitando pela primeira vez que a associação fizesse a contratação de profissionais e serviços essenciais. "Além de contribuir com o tratamento do TEA, fomentamos a cadeia econômica e valorizamos o trabalho feminino, uma vez que a equipe trabalhadora deste projeto foi majoritariamente formada por mulheres, assim como toda atividade organizacional e coletiva, que são realizas especialmente por mães atípicas dentro da Associação”, comenta Roseli de Lima Oliveira, presidente da Associação.

O projeto foi uma ação pontual que possibilitou a realização de atendimentos multidisciplinares que há muito tempo é almejado pelas mães atendidas pela Associação. “Meu filho que tem Síndrome de Down e é autista não verbal, participou da oficina de musicoterapia. Apesar de não falar, ele adora cantar, então a música é a forma que o José escolheu de se comunicar. Além da musicoterapia, as demais oficinas têm um poder transformador na vida dos nossos filhos. Por isso, para nós pais, participar desse projeto foi um sonho. Mas feliz ou infelizmente como todo o sonho um dia acaba e as oficinas também chegaram ao fim. Rogamos a Deus que essa nossa história de amor e gratidão com a Itaipu não termine por aqui. Esperamos ansiosamente por uma nova oportunidade de um reencontro, pois a entrega e o comprometimento dos profissionais envolvidos, já nos deixam saudades.” Elisabeth Berticelli, mãe do José Vítor uma das crianças com TEA atendidas pelo Vida Autista.

A Associação espera realizar mais edições do projeto no futuro e algumas das profissionais envolvidas nos atendimentos já manifestaram vontade de continuidade e não descartam auxílios voluntários, uma vez que o atendimento continuado depende de parcerias e meios de financiamento. O projeto ajudou a construir uma rede solidária importante em prol da causa e julga como positivo os resultados obtidos. “Pudemos ver o fortalecimento da articulação familiar dentro da Associação, o que contribuiu muito para ampliação da rede de apoio e oxigena nossas ações, mostrando que juntas somos bem mais fortes” comenta Ana Carolina de Paula, coordenadora do projeto, mãe e colaboradora voluntária da Associação.


Através do projeto a instituição adquiriu ainda equipamentos eletrônicos e materiais pedagógicos, que agora fazem parte do patrimônio da associação e poderão ser usados para contribuir com novos horizontes. O projeto Vida Autista ainda ajudou com a evolução da Associação enquanto instituição, dando luz a setores importantes de gestão, voluntariado e financiamento, mas também evidenciou um desafio importante para o futuro do Vida Autista: Identificar, expandir e auxiliar o atendimento de crianças com TEA nível 3. Existem três níveis de diagnósticos do espectro autista, os níveis 1 e 2 foram os mais atendidos pelo projeto, isso porque o nível 3 desprende maior demanda dos pais e/ou cuidadores por particularidades do próprio diagnóstico. “Sem dúvidas para novas edições ou continuidades do Vida Autista, essa demanda será nosso objetivo principal, vamos aprendendo a cada novo passo e esperamos poder ampliar a rede de atendidos pela instituição” completa a presidente. 

A  Associação de Familiares e Amigos dos Autistas - VIDA foi criada em 05 de setembro de 2010, com objetivo de defender os interesses e direitos das pessoas com o Espectro Autista e desde sua fundação vem desenvolvendo diversas ações em Toledo nesse sentido. Está sediada em local cedido pela Prefeitura de Toledo na Rua Marumbi 472, Jardim Gisela, acompanhe as ações da Associação também pelas redes sociais @associacaovidaautista. 

Assessoria




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.