Seja bem vindo
Cascavel,18/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Coopavel e Inpar ensinam sobre reciclagem em escolas públicas

Os alunos participam de um torneio usando como ferramenta de aprendizagem o jogo Avançar para Reciclar


Coopavel e Inpar ensinam sobre reciclagem em escolas públicas Alunos contam com orientação da professora para utilizar o tabuleiro corretamente - Foto: Assessoria

Setenta e três alunos das escolas municipal Rural Professor Valentin Bernardo Thisen, e estadual do Campo Thomaz Pereira dos Santos, de Catanduvas, participam de uma competição diferente em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, oficialmente lembrado em 5 de junho. Juntamente com a Prefeitura de Catanduvas, por meio das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e de Educação, Coopavel e o Instituto Paranaense de Reciclagem (Inpar) envolvem estudantes do quarto ao nono anos em um projeto com foco na educação ambiental.

Os alunos participam de um torneio usando como ferramenta de aprendizagem o jogo Avançar para Reciclar, elaborado pelo Inpar em associação com a BrinqMutti, de Ponta Grossa. A competição vai se desenvolver durante semanas de junho, mês especialmente dedicado às mais diferentes atividades para reforçar a consciência e a prática ambiental. “A Coopavel, que desde o início de suas atividades, há 53 anos, integra-se à causa ambiental e à sustentabilidade, entendeu o alcance educativo desse jogo e, por isso, decidiu participar como apoiadora da competição”, informa a engenheira ambiental Lucimar Novaes.


Alunos inscritos na competição se divertem e aprendem brincando sobre um assunto sério - Foto: Assessoria

Didático

O Avançar para Reciclar tem propósitos similares ao Projeto Catae, da Coopavel, criado para disseminar boas práticas ambientais e a reciclagem nos mais diferentes ambientes da cooperativa e também durante o Show Rural. O jogo ensina sobre resíduos sólidos e sua correta destinação final. De tabuleiro, ele tem cartas com perguntas, fichas de resíduos sólidos, peões e dado. A ideia é muito simples: as crianças aprendem brincando, segundo Lucimar, que destaca o empenho das professoras na parceria. São elas: Simone Zili Aguilera e Sandra Prediger (escola municipal); Eliane Aparecida Belin Mandrick e Mariana Amaral Guedes (escola estadual).

O fundo do tabuleiro é inspirado em uma cidade. Ali, o jogador pode andar pelos caminhos e depositar os resíduos gerados. Há percursos mais longos e outros mais curtos para que o competidor possa refletir sobre a melhor opção disponível. Um dos personagens do jogo é o Senhor Consciência, uma coruja que ensina o aluno por meio de perguntas rimadas. Os estudantes têm contato com informações sobre tipos de materiais e sua destinação, hábitos de separação, conceitos de gestão de resíduos, curiosidades sobre gestão de resíduos e hábitos bons e ruins em relação ao meio ambiente, informa a coordenadora do projeto em Catanduvas, Claudia Maziero.

Um dos desafios da Inpar é, em parceria com empresas, levar a novidade às escolas. Ao se associar ao projeto, como faz a Coopavel em Catanduvas, há como benefícios o fortalecimento do relacionamento dela com a comunidade, reforço do compromisso com a educação ambiental e contribuição para a estratégia ESG, dando maior materialidade ao seu compromisso socioambiental. “A Coopavel é uma empresa ambientalmente responsável e estamos muito animados em participar e ajudar a disseminar uma boa prática como essa, que é a correta destinação de resíduos sólidos”, destaca o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli.

A final do torneio nas escolas de Catanduvas será na última semana de junho. Os três alunos melhores colocados de cada turma vão receber prêmios. “Mas o maior prêmio, e não tenho dúvidas disso, será o conhecimento adquirido pelos estudantes sobre um assunto sério e do qual todos nós precisamos entender e praticar”, assinala o presidente Dilvo.

Assessoria




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.