Seja bem vindo
Cascavel,18/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Intervenções urbanas valorizam drenagens para evitar alagamentos

Investimentos em drenagens e macrodrenagens evitam problemas causados por grandes volumes de chuvas


Intervenções urbanas valorizam drenagens para evitar alagamentos Foto: Vanderlei Faria/Secom

A tragédia climática no Rio Grande do Sul comoveu o Brasil e o mundo e levantou um debate sobre as intervenções urbanas nas grandes cidades. Obras de pavimentação e calçadas elevam a qualidade de vida das pessoas, mas, ao mesmo tempo, pode ser um grande problema se a intervenção não valorizar a drenagem desses espaços.

Em Cascavel, desde 2017, todas as obras de engenharia passam por um processo rigoroso de drenagem e macrodrenagem, justamente para evitar alagamentos e consequentemente transtornos para a população.  

Em 2019, por exemplo, muita gente não entendeu e questionou o fechamento da Avenida Brasil durante alguns meses, nas proximidades do Ecoparque Oeste. O secretário de Obras Públicas, Sandro Camilo Rocha Rancy, explica que na época uma grande intervenção foi realizada para colocar um quarto bueiro na transposição do córrego Bezerra, que trouxe maior vazão à água. 

“O Município de Cascavel está fazendo esses investimentos na área de drenagem de macrodrenagem já há mais de cinco  ou seis anos e esses investimentos são lentos. As intervenções precisam ser feitas de forma pontual para que você consiga melhorar todo escoamento da drenagem urbana de Cascavel. Então, eu lembro que a gente fez essa intervenção e o pessoal me perguntou o porquê da intervenção. É justamente para facilitar a drenagem urbana, e todas as nossas grandes obras de intervenções elas têm essa característica. Nós fazemos as obras, fazemos essas intervenções, melhoramos a infraestrutura, estamos sempre preocupados também com a drenagem urbana”, explica o secretário.

No binário Kennedy/Recife a Sesop fez uma ponte no local por entender que naquele ponto, em dias de grande volume de chuva, poderia se tornar um ponto de alagamento. Outro exemplo é a Rua Sá Cavalcanti,  que ganhou um bueiro com proporções bem maiores que os tradicionais por ter um escoamento grande de água pluvial. Outras obras, como a ligação da Ipanema com a Avenida das Pombas tiveram a mesma preocupação. O Parque Morumbi também ganhou grandes bueiros. 

“Nós temos um grande centro urbano, uma grande área impermeável, quando temos um volume maior de chuva vai para o sistema de drenagem. Temos que conduzir essa água de maneira correta para evitar alagamentos”, destaca o secretário.

Assessoria






COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.