Seja bem vindo
Cascavel,23/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

The News

Guerras e tensões fazem mercado de defesa bombar

bom dia. em vez de olhar muito para o gramado do vizinho, lembre-se que tudo que importa está do lado de cá da cerca.


Guerras e tensões fazem mercado de defesa bombar
MUNDO

(Imagem: Wired | Reprodução)

Procura-se armeiro. Empresas de defesa do mundo inteiro estão recrutando em um ritmo que não era visto desde o fim da Guerra Fria.

  • Isso ocorre no mesmo tempo em que os gastos dos países com questões militares batem o recorde de US$ 2 trilhões.

Nos EUA, por exemplo, 3 das maiores empresas precisam preencher 6 mil vagas de emprego, enquanto outras 10 companhias do setor querem aumentar as vagas em 37 mil — 10% do staff delas.

O mundo vive um momento mais tenso…

Desde o começo da guerra entre Rússia e Ucrânia, os governos têm gastado mais com armamentos, movimentando mais o mercado.

Além disso, as tensões geopolíticas, principalmente entre EUA e China, e o fornecimento de armas para países aliados também entram na conta — os países estão em 1º e 2º como maiores “gastadores” desse setor.

Os americanos são os que têm mais gastos militares e os que mais exportam armas, sendo responsáveis por quase 42% das vendas internacionais entre 2019 e 2023 para mais de 100 países.

Modernizando as tropas. A terra do Tio Sam quer investir quase US$ 2 bilhões em tecnologias com AI no setor de defesa do país. Em conflitos atuais, drones e outros equipamentos cibernéticos já são comuns nos campos de batalha.

COMPARTILHAR
 
Mais de 50% do PIB brasileiro pode entrar em greve geral
BRASIL

(Imagem: Sinagências | Reprodução)

Alguns funcionários das principais agências reguladoras do Brasil estão avaliando a possibilidade de fazer uma greve geral ainda neste mês.

O motivo? Os servidores de 11 entidades — de cinema a petróleo — pedem por aumento nos salários e um plano concreto de reestruturação de carreira… Algo que, até agora, o governo nega conceder.

A relevância: Essas agências regulam 60% do PIB do país, sendo responsáveis pela qualidade e segurança de inúmeros serviços por meio da fiscalização e criação de regra em inúmeras áreas.

  • Aviação civil, saneamento básico, transportes, energia, saúde, mineração, portos, telecomunicações, combustíveis e cinema estão entre os setores que podem ser afetados.

Na prática, se os mais de 10 mil servidores aderirem à greve geral, os impactos podem chegar na entrega de produtos, funcionamento de serviços básicos, falta de medicamentos e problemas no abastecimento de energia e combustíveis.

Sem espaço no orçamento 💰

Enquanto luta para cumprir as metas fiscais, a equipe econômica de Lula diz que não consegue chegar a um aumento salarial maior que 9% no ano que vem — o que não é o suficiente para os servidores.

Mesmo assim, 7 ministros do governo federal declararam apoio aos funcionários das agências. Pelo visto, a possibilidade de greve geral já chegou nos corredores de Brasília.

Acusações de descaso: Com cortes no orçamento e sem novas contratações há anos, as agências reguladoras perderam 3.800 servidores e estão com mais de 65% dos cargos desocupados.

COMPARTILHAR
 
Banco demite funcionários que fingiam trabalhar
TECNOLOGIA
Season 2 Nbc GIF by The Office

(GIF: Giphy | Reprodução)

Só dando migué. O banco americano Wells Fargo demitiu mais de uma dúzia de funcionários que estavam só fingindo trabalhar durante o expediente.

Se você está se perguntando por que estamos te contando um caso exatamente como o daqueles ex-colegas, acontece que esse caso é bem particular — e ganhou uma boa repercussão lá fora.

Isso porque esses ex-colaboradores estavam usando softwares para simular os movimentos do mouse e da digitação. Sim, isso existe.

Basicamente, esses gadgets enganavam o sistema da empresa que monitora as telas para identificar alguma possível inatividade dos funcionários.

A Wells Fargo não disse se os funcionários estavam remoto ou presencial e disse não tolerar comportamentos antiéticos, enquanto Bank of America e Goldman Sachs também estão endurecendo as regras sobre o trabalho presencial.

COMPARTILHAR
 
“Pai, por que você não investe em cripto? O Elon Musk investe!”
PATROCINADO POR BINANCE

O filho do Vinícius Velasque, no alto dos seus 14 anos, colocou seu pai contra a parede perguntando por que raios não investe em criptomoedas.

O tom óbvio do filho logo fez Vinícius sentir que realmente poderia estar deixando dinheiro na mesa ao não dar atenção para essas novas moedas digitais que tanta gente fala.

🪙 Bom, o que Vinícius mal sabia é que o conselho despretensioso iria mudar a sua vida… Comerciante original de Guarujá e dono de uma empresa de eventos — todo o seu ganha-pão e energia eram colocados nela.

Falamos “era”, porque ele começou a aprender mais sobre cripto e o que a tecnologia blockchain poderia lhe proporcionar, como liberdade geográfica e de tempo. Sem falar do seu projeto social focado em educação financeira.

📹 Conheça aqui histórias reais trazidas pela Binance que mostram como pessoas em contextos completamente diferentes começaram a investir em cripto.

 
De olho no IPO, OpenAI vai deixar de ser ONG
NEGÓCIOS

(waffle studios | X)

Sam Altman disse para alguns acionistas importantes da OpenAI que está estudando transformar a companhia uma instituição com fins lucrativos ainda neste mês.

Talvez você nem saiba, mas, hoje, ela é registrada oficialmente como uma organização sem fins lucrativos. Inclusive, todos os investimentos que ela recebe são considerados “doações”.

Timing estratégico…

A movimentação nos bastidores está acontecendo no momento em que a OpenAI mais do que dobrou a sua receita anual em seis meses — indo de US$ 1,6 bilhão para US$ 3,4 bilhões.

O grande ponto dessa jogada está no fato de que, virando uma empresa com fins lucrativos, a OpenAI cumpriria um requisito essencial para poder negociar suas ações e fazer seu IPO.

Ainda neste ano, a empresa foi avaliada em US$ 86 bilhões e contratou uma nova diretora financeira. Vem Bolsa de Wall Street aí?

COMPARTILHAR
 
Quer um feedback gratuito e personalizado sobre o seu inglês?
PATROCINADO POR CAMBLY

Aquele tipo de pergunta que a gente faz já sabendo a resposta. risos. Por isso, o Cambly tem uma novidade, um Teste de Speaking que é ideal pra você que quer começar ou retomar os estudos da língua, mas não sabe por onde. ✅

E escuta essa… Não tem uma múltipla escolha sequer, isso porque o teste é baseado na fala e leva só 5 minutinhos.

A ferramenta escuta as suas respostas e indica os pontos fortes, no que você precisa trabalhar e te entrega um diagnóstico personalizado. E o melhor — é grátis!

Não satisfeito, o Cambly liberou desconto VIP para os leitores do dêniusss. Usando o cupom TESTENEWS você garante planos a partir de R$ 55 por mês — mas valendo só por 72h — para já começar os estudos. Faça o teste e garanta a oferta aqui. 🗣️

 

Os EUA seguem sendo a preferência dos investidores globais

ECONOMIA

(Imagem: Lindsey Bailey | Reprodução)

A “desdolarização” não colou. Desde a pandemia, os EUA atraíram 33% de todo o dinheiro que circulou pelo mundo — bem menos que os 18% pré-COVID.

O movimento marcou uma reversão nos crescentes investimentos em países emergentes, que vinham desde antes de 2020. Só para ter uma ideia, os investimentos internacionais em países em desenvolvimento foi o mais baixo do século.

A China, por exemplo, que concentrava 7% do fluxo de capitais no pré-pandemia, viu sua participação cair para menos de 3%.

💰 O Tio Sam agradece. Diante de uma das maiores crises econômicas da história recente, o mercado voltou os olhos para a maior e já consolidada economia global. Os principais motivos:

  • A taxa de juros americana passou de 1,5% para 5,5% ao ano — a maior em mais de 20 anos — fazendo o dólar render mais;

  • O governo dos EUA injetou bilhões de dólares em subsídios para empresas em setores estratégicos como energia limpa e chips semicondutores.

A parte que nos toca… Para mercados emergentes, como o nosso, o capital internacional diminui, reduzindo investimentos e financiamento.

Looking forward: Com o BC americano ensaiando uma redução dos juros e os EUA encarando a maior dívida pública de sua história (US$ 34 tri), pode ser que o fluxo de capital procure outras alternativas ao Tio Sam.

COMPARTILHAR
 
Tênis Feito para o Futuro e para o Presente
PATROCINADO POR YUOOL

A Yuool sempre trabalhou com inovação e sustentabilidade, mas dessa vez foi além.

O tênis Urban High, feito de algodão, garrafa PET e cana de açúcar reciclados entrega conforto e design inovador.

Piscou e eles já estão esgotando! Use o cupom THENEWS para 15% OFF e frete grátis.

E mais: 10% das vendas do lançamento serão doadas para o Rio Grande do Sul.

 
 
 
5 OUTRAS MANCHETES
 
 
 

🎖️🗞️ Quer ganhar prêmios indicando o the news? Clique para indicar.

😀😐🤬 Quão satisfeito você ficou com essa edição? Nos conte aqui.

📱 Quer ser um influenciador do seu jornal favorito? Clique aqui para saber mais.

🎟️ O próximo anunciante pode ser você. É só clicar aqui.

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

 

até amanhã



COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.